É importante manter a opinião pública a favor da categoria

Em uma sociedade onde tudo vira filmagem, fotos e notícias com a ajuda de celulares não há como cometer erros sem ser identificado. Em se tratando da violência contra os motoristas do Uber, além do próprio agressor que usou as mãos para cometer um crime, há a condenação de toda uma categoria de trabalhadores. E isso conta.


A tecnologia mudou os hábitos e os relacionamentos. Se antes era necessário encontrar os amigos para conversar sobre a vida e os acontecimentos, hoje pelas redes sociais qualquer opinião é compartilhada por milhares de pessoas em questão de minutos. E se a opinião é contrária, o estrago pode ser grande.


Após os diversos episódios de violência que uns poucos taxistas paulistas protagonizaram contra os motoristas que trabalham com o aplicativo Uber, cresceu a rejeição à categoria. Estamos falando de pessoas normais, que trabalham em ramos que não têm ligação nenhuma com a categoria, e que são potenciais passageiros. Pessoas que viram nas agressões não uma proposta, mas uma ignorância.


Nas redes sociais proliferam opiniões que exaltam o serviço prestado pelo Uber e pregam um boicote aos táxis. Pessoas chegaram a dizer que preferem aguardar 15 minutos por um motorista particular do aplicativo a entrar em um táxi que está estacionado na sua frente. Isso é preocupante para a categoria, que necessita passar confiança para a cidade.


A violência a que estamos sujeitos no dia a dia não pode ganhar mais um capítulo. Passageiros sendo tirados de dentro de carros pretos e colocados à força em táxis, pessoas se protegendo de vidros quebrados quando só queriam ir a uma festa, xingamentos, paus, pedras, socos... não há como querer que a sociedade entenda isso.


Os taxistas de São Paulo precisam reconquistar sua credibilidade. Essa classe de trabalhadores não merece ser chamada de “bandidos” nos meios de comunicação. É preciso dar um basta em mensagens intimidadoras, confusões e ameaças, e mostrar para a cidade que episódios isolados não refletem a idoneidade que sempre cercou a categoria. Afinal, a opinião pública faz a diferença.

Visitantes online

Temos 30 visitantes e Nenhum membro online

Links Interessantes: Coruja Feed  | Agência Igloo Digital