Taxistas: trafegar pelos corredores está por um fio...

Após o aumento das faixas exclusivas de ônibus na cidade, o trânsito piorou para os carros de passeio e para os táxis de São Paulo. Pensando em facilitar a vida dos passageiros, que precisam se deslocar com rapidez pela cidade, os taxistas reivindicam a liberação das faixas. Mas, em uma recente entrevista o secretário de transportes, Jilmar Tatto, afirmou que as faixas não serão liberadas para os táxis, e ainda há uma grande chance dos táxis serem proibidos de trafegar também pelos corredores de ônibus.

Mais uma vez a categoria sofre por falta de representação política. Sem ter a quem recorrer, os taxistas estão sujeitos a ter a autorização para a circulação nos corredores de ônibus revogada a qualquer momento, mesmo com a prorrogação dessa autorização até setembro de 2014. O Sr. Tatto informou que existe um estudo de 2011 da SPTrans informando que os táxis atrapalham a circulação dos ônibus.

Todas as decisões tomadas pelo poder público têm interessados. E, se não há uma pessoa com poder em quem confiar, uma classe inteira de trabalhadores sofre. Infelizmente, os taxistas de São Paulo têm passado por constantes dissabores nos últimos tempos; e isso é conseqüência do voto da própria categoria, que não elegeu um representante para a Câmara dos Vereadores quando tiveram a oportunidade.

A prefeitura está priorizando o ônibus, e isso é um fato positivo. Mas, é necessário lembrar que nem todos os paulistanos utilizam esse meio de transporte. Outra questão que não está sendo levada em conta pela prefeitura é que os táxis transportam muitas pessoas com dificuldades de locomoção, como idosos e deficientes físicos, que precisam de um atendimento que os deixe na porta do local em que desejam ir. Será que essas pessoas também não têm direito a um transporte de qualidade, que não fique parado no trânsito?

O táxi está sendo tratado pela prefeitura como um transporte de elite, sem considerar que 450 mil pessoas se utilizam dele todos os dias. São pessoas que necessitam se deslocar pela cidade, muitas vezes em locais pouco atendidos pelo transporte coletivo. Com o táxi parado no trânsito, as viagens sairão muito mais caras, e os taxistas, que dependem desse trabalho para o sustento de suas famílias, perderão passageiros.

Uma cidade do tamanho de São Paulo não pode se dar ao luxo de desprezar qualquer forma de transporte. A utilização dos táxis pelos paulistanos é necessária, assim como é necessária a melhora do sistema de ônibus, a construção de mais linhas de metrô, a elevação da qualidade dos serviços prestados pelos trens e a possibilidade de se deslocar com segurança de bicicleta. Mas, os taxistas de nossa cidade estão recebendo más notícias a todo instante e, o pior, sem ter a quem pedir socorro.

Visitantes online

Temos 25 visitantes e Nenhum membro online

Links Interessantes: Coruja Feed  | Agência Igloo Digital