Folha do Motorista SP
Edição online | Edições em PDF
Folha do Motorista RJ
Edição online | Edições em PDF

E-mail de leitores

778emailCarta de agradecimento aos colaboradores do grupo Transexecutivo, em especial ao ilustríssimo vereador Salomão Pereira


GTE – Grupo Transexecutivo – Serviços de Táxi – categoria Preto vem a público agradecer aos colaboradores da administração pública direta e indireta. Nossos sinceros agradecimentos a todos os funcionários do DTP – Departamento de Transportes Públicos da Secretaria Municipal de Transportes e da CET – Companhia de Engenharia de Tráfego pelo atendimento de excelência.
Agradecemos também todos os representantes dos Sindicatos de Taxistas da Cidade de São Paulo e às lideranças dos Movimentos Autônomos de Táxi pelas ações empreendidas em defesa dos serviços de táxi em São Paulo e em todo o país. Nossos sinceros agradecimentos a todos os vereadores, deputados federais que estão à frente da luta em defesa de nossa profissão.
Em especial deixamos aqui registrada nossa gratidão ao nobre vereador Salomão Pereira que se mostrou, durante nossa trajetória, muito mais do que um agente público ético e defensor dos direitos do profissional taxista, mas um colaborador e parceiro. Aquele quem mais acreditou nesta iniciativa e mais nos valorizou. Envidando esforços para que os pontos 3073 – Castilho/ Berrini e 3074 – Chácara Klabin fossem criados, sinalizados e regulamentados na forma da lei.
Lembramos a todos que o nobre vereador Salomão Pereira destinou recursos públicos à CET, através da aprovação de emenda de sua autoria para a sinalização de pontos de táxi na cidade de São Paulo, para que esse serviço recebesse prioridade dos órgãos públicos no intuito de beneficiar a todos os taxistas.


Obrigado, mais uma vez ao vereador Salomão Pereira, cuja biografia nos enobrece. Sua vida política nos fortalece e seus projetos na profissão nos tornam mais orgulhosos de nossos serviços.
Marcos Vargem – Coordenador Geral GTE


Sou um dos 12 milhões de desempregados do Brasil. Como opção de trabalho, segui o caminho de ser um motorista de táxi, porém parei (eu e mais de 1.200 pais de família em SP) na burocracia do DTP.


Desde 21 de julho deste ano o DTP não emite mais o Condutax. A proposta deste órgão é que as auto escolas assumam esta responsabilidade, bastando apenas um ajuste tecnológico no sistema para que efetivamente isso ocorra.

 

Detalhe: o DTP não definiu uma data limite para que isso ocorra e literalmente paralisou todo o processo.


Acho interessante divulgarem isso, contribuindo com esta camada emergente de desempregados que buscam uma opção de trabalho e que mais uma vez ficam presos na "malha fina" desta rede de interesses que é a Secretaria Municipal de Transportes.


Agnaldo Gonçalves de Camargo Junior - leitor

 

A Folha do Motorista solicitou explicações ao DTP, mas até o fechamento desta edição não obteve resp

Curta a Folha do Motorista

Visitantes online

Temos 33 visitantes e Nenhum membro online

Links Interessantes: Coruja Feed  | Agência Igloo Digital