Arrecadar e arrecadar: esse é o lema da Prefeitura de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo realmente sabe como ganhar dinheiro. A competência dos administradores públicos para criar taxas, multar e tirar dinheiro do contribuinte é tanta que, se fosse usada para o bem da cidade, viveríamos no melhor lugar do mundo.


Se antes para transferir um alvará o taxista pagava apenas uma taxa administrativa, hoje é cobrado 15% do valor da outorga do Táxi Preto para a transferência do documento de qualquer categoria, o que equivale a mais de R$ 9 mil. Imagine a arrecadação municipal somente com a realização de transferências de alvará?


Já o valor arrecadado com as multas de trânsito nunca esteve tão alto. E isso se deve à instalação de radares em locais inapropriados, redução drástica de velocidade em determinadas vias e à desenfreada busca pela aplicação de multas por agentes de trânsito. São tantas multas que o DSV, órgão da Prefeitura responsável por analisar os recursos das autuações, não está dando conta e atrasando as respostas.


A prometida construção de 20 CEUs (Centro de Educação Unificado), para ampliar as vagas oferecidas para a educação infantil não foi concluída. Também não foram realizadas as promessas de construir 243 Centros de Educação Infantil, três hospitais, 43 UBS (Unidade Básica de Saúde) e, de 30 CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) prometidos, apenas dois estão em funcionamento.


É triste ver o abandono do centro velho de São Paulo. O número de moradores de rua aumentou vertiginosamente, muito em razão do uso de drogas, assunto que não mereceu atenção da Prefeitura como deveria. As ações na Cracolândia não geram resultado, e a deterioração de prédios, ruas e vidas é angustiante.


São Paulo merece mais respeito. Como eleitores, vamos analisar e escolher um próximo Prefeito que transforme nossa cidade. Será necessário um trabalho duro para colocar em ordem o que a administração petista destruiu nos últimos quatro anos.

Visitantes online

Temos 67 visitantes e Nenhum membro online

Links Interessantes: Coruja Feed  | Agência Igloo Digital