Segurança tecnológica

Infelizmente, é cada vez maior o número de roubos e assaltos, inclusive a taxistas em pleno exercício do trabalho. O fato provoca traumas maiores do que a derrota de um time preferido, mas merece toda a atenção das autoridades. A tecnologia pode ser a solução contra os ataques dos bandidos.


Em tempos de grande sofisticação por parte de ladrões, o emprego de câmeras no interior dos táxis é um fator que aumenta a segurança do taxista. O trabalhador fica mais protegido e dificilmente um bandido tentará algo contra o veículo, sabendo que será facilmente identificado.


As câmeras de vídeo são cada vez mais usadas para dar segurança aos moradores do Rio de Janeiro. Pela internet, podemos ver cenas ao vivo de ruas de Copacabana, por exemplo. O mesmo sistema pode ser utilizado dentro de uma viatura. Também pode significar a vida do motorista.


Seria muito bom se a Prefeitura incluísse em suas normas o emprego desta tecnologia. Seria benéfico, não só para os taxistas. Os passageiros também estariam protegidos com câmeras no interior dos veículos. E o equipamento não seria causador de constrangimentos. Existem câmeras por todos os lados da cidade. Como citamos, em Copacabana a sensação experimentada por um cidadão comum é a de estar participando de um big brother, tamanho o número de câmeras apontadas para as ruas.


Esta febre por segurança está presente em todos os bairros. Cidades do interior também começam a adotar a vigilância eletrônica. O custo é baixo, principalmente se considerarmos os seus benefícios. Um roubo de carro causa inúmeros transtornos, principalmente para quem utiliza o carro como instrumento de trabalho.


Vale destacar a importância do policiamento. É fundamental termos fiscalização constante por parte da PM ou outra esfera policial. O caso do ladrão que roubou um táxi e guiou pela contramão é significativo. Quem via a cena pensava que se tratava de um mau taxista. O indivíduo guiou por cerca de trinta quilômetros sem ser molestado. E ainda conseguiu fugir.


Se o táxi roubado tivesse uma câmera, certamente a identificação do ladrão seria bastante facilitada, bem como a sua retirada de circulação das ruas.


A adoção da tecnologia para a proteção de taxistas e passageiros é uma medida urgente e que precisa ser adotada e incentivada pelo Poder Público Municipal.

Visitantes online

Temos 72 visitantes e Nenhum membro online

Links Interessantes: Coruja Feed  | Agência Igloo Digital